Preocupado com a segurança dos torcedores e dos moradores da Ilha do Governador, o Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro recomendou que o clássico entre Flamengo e Vasco, marcado para o próximo dia 28 deste mês de outubro no Estádio Ilha do Urubu, seja transferido para o Estádio do Maracanã ou Estádio Nilton Santos.

Assinado pelo Chefe do Estado Maior Geral da PM, Coronel Lúcio Flávio Baracho, o ofício foi encaminhado ao presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Rubens Lopes; para o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero; para o promotor Rodrigo Terra, da 4ª Promotoria de Justiça e Tutela Coletiva; e para o Juiz Marcello Rubioli, do Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos.

No ofício, o Coronel Baracho lembra que, embora o Estádio Ilha do Urubu atenda todas as exigências legais, não é adequado para receber um clássico de grande apelo popular, envolvendo as duas maiores torcidas do estado.

O texto do ofício lembra ainda os episódios de violência ocorridos no estádio São Januário, em 7 de julho último, quando as duas equipes se enfrentaram pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.  Após esse jogo, houve briga generalizada nas arquibancadas. Os confrontos se estenderam para a parte externa do estádio, resultando em diversos torcedores feridos, entre eles dois baleados e um morto.

O ofício conclui que a partida seja remanejada para um estádio de maior capacidade de público e com melhor acesso, tal como o Estádio Nilton Santos (Engenhão) ou o Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã).