Na tarde desta quinta-feira (14/12), cerca de duas toneladas de sardinhas estão sendo distribuídas por policiais das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) para moradores das comunidades. A ação é uma parceria com a Coordenadoria de Polícia Ambiental (CPAm) que disponibilizou o pescado após uma operação, realizada nesta madrugada, para coibir a pesca ilegal na Baía de Guanabara.

Os peixes serão distribuídos com o auxílio das associações de moradores das comunidades Rocinha, Adeus, Chapéu Mangueira, Babilônia, Turano, Batan, São João, Chatuba e Providência.