O Grupamento Especial de Salvamento e Ações de Resgate (GESAR), da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, realizou na última semana mais um Estágio de Socorrista Tático para instruir policiais militares do quadro de combatentes, especializando a tropa para que cada vez mais nossos policiais estejam preparados para agir em momentos de crise e primeiros socorros no geral.

A novidade é que desta vez, o Estágio de Socorristas foi disponibilizado ao X Curso de Policiamento em Praças Desportivas do Batalhão Especial de Policiamento em Estádios ( BEPE). O estágio do GESAR foi customizado para atender às necessidades do BEPE que constantemente enfrenta situações com grande aglomeração de pessoas e elevado nível de tensão.

Os 27 policiais militares que frequentaram as instruções receberam conhecimento sobre ressuscitação cardiopulmonar, torniquetes táticos e curativos compressivos, resgate de feridos, abordagem pré-hospitalar em urgência por artefatos explosivos, simulação de resgate aeromóvel, abordagem ao parto de emergência, dentre outras.
O encerramento do estágio foi na tarde da sexta-feira (19/07) com um exercício simulado de múltiplas vítimas no Maracanã, palco de grandes eventos e um dos símbolos do Rio de Janeiro. Nesta simulação, os policiais militares puderam colocar em prática todos os ensinamentos ministrados durante as instruções. Segundo a coordenadora do estágio, Major enfermeira Vanessa Marçolla, todos os alunos estão preparados para enfrentar situações de crise e entregar para a população do Rio de Janeiro um serviço eficiente e altamente especializado.

– O policial militar normalmente é o primeiro agente do Estado a se deparar com as situações de urgências médicas, seja nas ruas, nas estradas, ambientes confinados ou grandes eventos e no caso específico do BEPE, estádios de futebol – explica a Major..