O Instituto de Segurança Pública (ISP) divulgou nesta segunda-feira (25/11) os índices criminais do mês de outubro, trazendo novamente boas notícias: houve redução em todos os indicadores estratégicos, como homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, e roubos de rua, de veículos e de carga.
– A redução sucessiva e consistente dos índices criminais mais impactantes é resultado de um conjunto de ações que fazem parte da política de segurança. Vale destacar duas dessas ações: a ampliação do policiamento preventivo e ostensivo e a integração maior com a Polícia Civil – disse o porta-voz da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Coronel Mauro Fliess.
Os homicídios dolosos no estado do Rio de Janeiro caíram 21% nos dez primeiros meses de 2019, em relação ao mesmo período do ano passado, o que representa 884 mortes a menos. De janeiro a outubro deste ano, foram registradas 3.342 vítimas, contra 4.226 em 2018. Esse é o menor número de vítimas para o acumulado do ano desde 1991.
Na comparação entre os meses de outubro, a redução foi de 17% (317 em 2019 e 383 em 2018), com o segundo menor número de vítimas para o mês desde 1991. O menor da série histórica foi em outubro de 2012, com 314 mortes.
O indicador estratégico “crimes violentos letais intencionais” (homicídio doloso, roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte) também segue a tendência de queda: diminuição de 18% em relação outubro de 2018 (71 vítimas a menos) e de 22% em comparação com o acumulado do ano (952 mortes a menos).
O índice de roubos seguidos de morte (latrocínio) registrou declínio de 36% nos dez primeiros meses de 2019, quando comparado com o mesmo período do ano passado. O número de vítimas ficou em 95 no acumulado do ano, o menor para o período desde 1991. Em outubro foram registradas quatro vítimas, o menor número para o mês de outubro desde 1998.
Em outubro, as mortes por intervenção de agente do Estado diminuíram 6% em relação a setembro e caem pelo terceiro mês seguido: 194 casos em julho, 170 em agosto, 153 em setembro e 144 em outubro deste ano. Na comparação com outubro de 2018, houve aumento de 13%.

CRIMES CONTRA O PATRIMÔNIO TAMBÉM EM QUEDA

Em outubro, os roubos de veículo diminuíram 29% em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram 3.027 ocorrências. No acumulado do ano, a redução foi de 24%, o menor para o período desde 2017. Os roubos de rua (roubo a transeunte, roubo em coletivo e roubo de aparelho celular) caíram 15% em outubro na comparação com outubro de 2018, sendo 1.721 casos a menos. No acumulado do ano, também houve queda: 6%.
Já os roubos de carga reduziram 11% em outubro, em relação ao mesmo período de 2018, o menor índice para o mês desde 2015. No acumulado do ano, a queda foi de 18%, ou 1.344 casos a menos.

COMPARAÇÃO TRIMESTRAL POR AISP

Quatro Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP) apareceram como destaques no estado na comparação entre agosto e outubro de 2019 com o mesmo trimestre do ano passado. Na Baixada Fluminense, a AISP 20 (Nova Iguaçu, Mesquita e Nilópolis) apresentou o maior recuo nos homicídios dolosos. Já o município de São Gonçalo (AISP 7) registrou a maior redução no roubo de rua, a segunda maior diminuição no roubo de carga e a terceira maior queda em roubo de veículos.
Na capital, a maior diminuição no roubo de carga ocorreu na AISP 16 (Olaria e adjacências) e, na AISP 41 (Irajá e adjacências), onde foram registrados os maiores recuos de morte por intervenção de agente do Estado e de roubo de veículos.
Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) são referentes aos Registros de Ocorrência (ROs) lavrados nas delegacias de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro durante o mês de outubro.