Como resultado de mais uma operação integrada das Secretarias de Estado de Polícia Militar e de Polícia Civil do Rio de Janeiro, foi desarticulada na manhã esta terça-feira (26/11) a liderança de uma das principais e mais perigosas facções criminosas que atuam no estado, especialmente na Região Metropolitana.

Com base em informações da área de inteligência das duas corporações, policiais militares do 7º BPM (São Gonçado) e da CORE (Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais) da Polícia Civil cercaram uma casa na localidade de Cabuçu, zona rural do município de Itaboraí, usada como “bunker” pela quadrilha. As equipes foram recebidas a tiros, dando início a um confronto. Seis criminosos foram alvejados e não resistiram aos ferimentos, entre eles Thomas Jhayson Vieira Gomes, conhecido como “3N”. No local, os policiais apreenderam quatro fuzis, quatro pistolas, granadas e diversos carregadores.

O criminoso “3N” era apontado como chefe de uma facção criminosa que disputava domínio territorial no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, levando pânico diariamente a milhares de moradores da comunidade e de bairros vizinhos.

Em função de alto grau de periculosidade do bando chefiado pelo criminoso morto, o Comando da Polícia Militar do Rio de Janeiro decidiu reforçar o policiamento ostensivo em São Gonçalo para evitar novas guerras entre facções rivais e mais transtornos para os moradores. A suspeita de ocorrência de confrontos entre criminosos foi detectada pela área de inteligência da Corporação.