Mais de quatro mil policias militares e 269 viaturas foram mobilizados para garantir a segurança neste final de semana carnavalesco na capital do estado. Da tarde desta sexta-feira (14/02) até a noite de domingo (16/02), 96 blocos de rua desfilarão pelas ruas da cidade do Rio de Janeiro, reunindo 735 mil foliões. Nas demais cidades turísticas do estado, o esquema de segurança do carnaval foi montado pelas unidades locais sob a supervisão do Comando de Policiamento de Área (CPA) da região.
Na capital, além dos desfiles dos blocos, entre os quais três com previsão de mais de 100 mil foliões, serão realizados outros dois grandes eventos, ambos no sábado: Ano da Unção Dobrada, culto evangélico que reunirá cerca de 100 mil pessoas na Enseada de Botafogo e que contará com a participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro; e o Rio Open, torneio internacional de tênis no Jockey Club, na Gávea.
Elaborado pela Subsecretaria de Gestão Operacional da Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro, o planejamento para a capital mobilizou policiais militares de todos batalhões operacionais de área e das unidades subordinadas à Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP).
As unidades especiais também integram o planejamento. O Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) manterá uma tropa de prontidão e empregará o Grupamento Especial Tático em Motopatrulhamento (GETEM) no policiamento ostensivo; o Batalhão de Ações com Cães (BAC), o Regimento de Polícia Montada (RPMont) e o Grupamento de Polícia Ferroviária (GPFer) atuarão nas principais estações de transporte de massa; o RECOM (Rondas Especiais e Controle de Multidões), além de apoiar o Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) no patrulhamento dos corredores viários de maior movimento, participará do policiamento nas áreas de desfile dos blocos.
Uma aeronave do Grupamento Aeromóvel (GAM) sobrevoará as áreas de maior concentração para fornecer imagens em tempo real ao Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), onde ficará baseada a coordenação do policiamento.
Nas áreas de desfile dos chamados megablocos, a Polícia Militar empregará, como no final de semana anterior, o controle preventivo de ingresso na área do desfile. Nos pontos de bloqueio próximos ao local de cada evento, os policiais miliares, munidos de detectores de metais, fazem triagem para impedir o ingresso o ingresso de foliões com garrafas, patinetes, carrinhos e outros objetos que possam pôr em risco a segurança.
Neste final de semana, há três megablocos programados: “Chora me liga” no sábado de manhã no Centro; “Simpatia é quase amor” à tarde em Ipanema; e “Bloco da Preta”, na manhã de domingo.
O planejamento para garantir a segurança de foliões e cidadãos é um reforço a mais no policiamento já previsto na Operação Verão 2019/2020, empregado na capital e nas demais cidades litorâneas do estado, que, nesse período do ano, recebem grande número de turistas. Tanto na capital como no interior, o planejamento da segurança é compartilhado e executado em conjunto com outros órgãos do estado e das prefeituras municipais.