A PMERJ apoia a atualização do Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos

No Brasil, são registrados em média 50 mil casos de desaparecimento de crianças e adolescentes por ano. O estado de São Paulo detém 25% desse número, representando o maior índice, seguido por Minas Gerias, Rio de Janeiro e pelos estados do Nordeste. Estima‐se ainda que quase 250 mil menores estejam desaparecidos no país.

Implementado em 2010 pelo Ministério da Justiça, o Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos necessita de alterações. Por isso solicitamos que todos acessem o site http://criancasdesaparecidas.org/, e assine a petição conforme instruções.

Ao assinar este documento, cobramos a efetivação do Cadastro Nacional e a inclusão de duas medidas para busca por crianças desaparecidas:

(1) Todos os boletins de ocorrência com registro de desaparecimento de crianças e de adolescentes devem ser notificados compulsoriamente, por meio da autoridade policial, ao Ministério da Justiça, por meio eletrônico, ao site http://www.desaparecidos.gov.br/, com uma foto do desaparecido; 

(2) O Ministério da Justiça manterá atualizado diariamente o site http://www.desaparecidos.gov.br/ e divulgará uma campanha permanente de prevenção a desaparecimentos de crianças e adolescentes